Home Fale conosco  
 
 


> Parâmetros de vagas de estacionamentos

 
 

Apresentação

Este trabalho tem por finalidade divulgar os parâmetros geométricos de projetos de estacionamento e de curvas horizontais realizados pela BrasilPark e baseado nos estudos técnicos realizados pela CET.

Acreditamos na sua importância, não apenas por se tratar de um eficiente meio de divulgação, mas, principalmente, por se constituir em fonte de subsídios a todos que atuam ou necessitam de informações nesta área, tão carente de bibliografia especializada em língua portuguesa.

Parâmetros para estacionamento de veículos
 
 

Tamanho das vagas Prefeitura de SP

Veículos

Largura

Comprimento

Pequeno

2,10

4,20

Médio

2,20

4,70

Grande

2,50

5,50


Medidas aproximadas de veículos

Veículos

Largura

Comprimento

Pequeno – Fiat Uno

1,85

3,60

Pequeno – WV Gol

1,90

3,80

Médio – Chevrolet Zafira

2,08

4,30

Médio – Honda Civic

1,97

4,45

Médio – Toyota Corolla

1,97

4,60


Dimensões das vagas operação BrasilPark

Veículos

Largura

Comprimento

Pequeno

2,20

4,20

Médio

2,30 / 2,40

4,70

Grande

2,50

5,00


Fixamos as larguras dos veículos, considerando os espelhos retrovisores laterais somados às aberturas das portas necessárias à entrada e saída dos passageiros. O comprimento da vaga, por sua vez, é determinado considerando o tamanho dos maiores veículos, dentro da classe dos veículos médios e, ainda, o uso de engates.

Consideramos as dimensões: 2,30 m x 4,70 m – corredor 5,70 m) / 2,4 m x 4,70 m – corredor 5,50m como sendo as ideais para execução de novas plantas viárias, principalmente nos estacionamentos de auto-serviço, onde o próprio cliente estaciona seu veículo.

Nas tabelas abaixo, apresentam-se as dimensões das vagas e das vias de circulação e manobras, por ângulo de posicionamento das vagas.

Apresentamos apenas os dados do veículo de tamanho médio, por considerarmos que uma planta viária com vagas pequenas dificulta a operação do estacionamento, pois limita o uso da vaga à respectiva classe do veículo.





As dimensões das vias de circulação foram superdimencionadas visando atender também o estacionamento dos veículos grandes.

Pode-se notar que as dimensões das vagas são idênticas para todos os ângulos de estacionamento, com exceção da vaga em paralelo que é maior em 1 m das demais.

Do ponto de vista de aproveitamento de espaços, a disposição mais favorável das vagas é em 90°, em relação ao eixo da via.

Nestes casos, caso o comprimento da vaga seja 4,70 m (adotado pela Prefeitura de SP) e a edificação apresente limitações físicas, pode-se projetar 5,50 m para o tamanho do corredor de circulação e manobra dos veículos.

No caso da via de mão única, de acesso à vaga em paralelo, por exemplo, requer 3,30 m para um veículo de passeio estacionar nessa vaga. No entanto, se esta rua tiver sentido duplo de circulação, deverá ter entre 5,50 m a 6,00 m de largura.

Nos casos em que a dimensão mínima exigida para via de mão única (3,30 m) é menor que aquela necessária para manobras (mínimo de 5,50), como ocorrem normalmente nos acessos às vagas de estacionamento a 90°, logicamente deve-se adotar a maior dimensão.